sábado, 30 de março de 2013

Prazeres de vida

Minha última sessão de análise foi muito boa... comentei com ele a semelhança entre os atletas que querem sempre mais (especificamente de alpinistas) e que acabam morrendo... tão viciados como nós, viciados pela comida...

Ele me falou que a semelhança entre nós, os alpinistas, os drogados, os alcoólatras é que, além do vício, somos vorazes...

Ou seja, pegamos um prazer que é bom (na maioria das vezes, menos a droga) e perdemos o controle... ou seja, não é comer algo gostoso o suficiente para nos saciar... é comer até acabar... "quem come um pede bis"...

E ai vem a pergunta... como fazer com que um prazer não se torne um vício... e ai ele me disse "diversificando"... tendo várias fontes de prazer...

Se formos pensar, os obesos acabam limitando cada dia mais suas fontes de prazer... não nos permitimos sair, ir a praia, alguns ao cinema... outros namorar... e ai nossa única fonte de prazer, imediata e super acessível é a comida...

Então a hora é de diversificar... já comecei indo ao parque do ibirapuera, dei de presente para minha tia e prima de aniversário uma ida comigo ao teatro, vou fazer uma caminhada no museu do Ipiranga.... ALIMENTAR A MINHA ALMA.... pra que a comida seja o alimento do meu corpo, não o veneno!!!!

4 comentários:

  1. Muito boa essas observações, a busca por novos focos é muito importante para essa nossa transformação! Vamos conseguir viver sem a compulsão alimentar e sermos muito felizes em nossa nova condição! Bjus.
    Angelica Pimenta
    angelicapimenta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Angelica!!!! Multifocal hehehehe

      Excluir
  2. Como é bom descobrir novos prazeres!!!O maior deles foi o prazer de voltar a me amar.Beijos

    ResponderExcluir