terça-feira, 12 de março de 2013

Redefinição de valores

Acredito que uma das grandes mudanças que qualquer evento radical na nossa vida causa são as redefinições de valores.
Quando alguém morre de uma hora para outra, quando sofremos um grave acidente, quando um filho nasce, ou quando, no nosso caso, deixamos de comer milhares de calorias para ficar na cada das centenas é inevitável que isso ocorra.
Eu já havia feito vários anos de análise durante toda a minha vida. Quando era bem pequena por não conseguir me relacionar como "esperavam" na escola... depois com meus pais... e adulta para enfrentar o trabalho.
Hoje, voltei a analise mas com outro olhar. Bem menos de descobrir o motivo das coisas, pois já os sei, mas sim de me pacificar com as causas que não posso mudar.
Por exemplo, algo que não posso mudar é como os outros membros da família veem a comida. Aqui sempre houve uma disputa velada por quem ia comer mais. Um pote de requeijão dura horas. Com isso, para evitar que estourássemos de tanto engordar minha mãe resolveu que nada de "engordiet" poderia entrar em casa. A consequência? Ninguém sabe lidar com o "agora não pode".
Nunca ouvi um "come isso que você ganha aquilo". Sempre foi "só tem isso".
Essa dieta da privação só faz quem tem tendência, quem já descarrega tudo na comida comer mais... pq quando tem vc tem que aproveitar... Então quando eu ia ao supermercado e comprava um monte de lixo e comia escondida no fundo eu estava aproveitando.
Quando falam de reeducação alimentar não é só saber comer x vezes por dia, tais e tais alimentos... e saber dizer não para o que lhe é ofertado. Já reparei que as pessoas que conseguem manter o peso (não as que tem o metabolismo privilégiado  que comem de tudo, mas as que se não se preocuparem engordam), trabalham no regime da concessão. Essa semana eu fiz tudo direitinho, então posso errar em um dia do final de semana.
Aqui em casa foi sempre diferente. Fiz tudo direitinho, uma vez que pisei na bola já era motivo de mandar tudo a merda e comer feito louca.
Então, mais importante do que a cirurgia em si, em cortar radicalmente as calorias é ver que preciso mudar a forma como encaro os obstáculos na dieta.

2 comentários:

  1. Muito bom, mesmo, parabens!!!
    Depois da uma olhadinha neste tambem!!
    http://pdcostameublog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir